Acesso Restrito

ASCIDASC

Previsão do tempo

Florianópolis
Nublado
23,0º
21,0º
19,0º

Dicas

Saúde requer cuidados com a chegada da Primavera

A primavera chegou, mas nem tudo é colorido. A estação atrapalha a vida dos alérgicos. As alergias dificultam a respiração e se não forem cuidadas, principalmente se começaram na infância, podem ter consequências graves.
Esta é a época da reprodução das flores, da polinização. Quando pássaros, insetos e o vento carregam o polem, pequenas partículas ficam espalhadas no ar. Nessa situação, tanta beleza acaba se transformando em uma das piores fases para quem sofre de alergia respiratória.



O pólen entra em contato com as mucosas e ativa o processo alérgico. Primeiro o nariz coça, em seguida começam os espirros, depois a garanta fica irritada e os olhos também. O pólen é apenas um dos dispositivos da alergia respiratória. Ácaros e mofo também tem que serem controlados.
A higiene da casa e do ambiente de trabalho são fundamentais para amenizar os sintomas. Procurar o médico é importante, e há tratamentos desde medicação até vacinas.

Dicas para evitar doenças na primavera:
• Use sabão neutro para lavar roupas e lençóis;
• Mantenha o quarto arejado e limpo;
• Guarde brinquedos de pelúcia ou os envolva em plásticos transparentes;
• Limpe a casa com pano úmido;
• Tire os tapetes e carpetes da sua casa;
• Deixe o sol entrar em casa para eliminar os ácaros;
• Mantenha sempre as mãos limpas, evitando contato com os olhos.

Fonte: Blog Unimed, http://www.blogunimed.com.br/, Setembro 2014 (adaptado)

Cuide-se durante as férias de verão

Quando estamos em um período de descanso é muito comum a diminuição da prática de exercícios físicos regulares e o abuso da alimentação incorreta. Esses fatores associados podem prejudicar os resultados adquiridos com tanto esforço, suor e dedicação durante a sua fase de treinamento pré-verão.

Várias pessoas se comprometem a praticar exercícios físicos com o intuito de obter um físico “malhado”, apenas para poder desfilar pelas praias, cachoeiras ou afins, recebendo elogios pelo corpo adquirido. Para tal, recorrem a:

- dietas milagrosas com baixa ou alta restrição calórica (dependendo do gênero e objetivo);
- utilização de recursos farmacológicos, como diuréticos, inibidores de apetite e depressores do sistema nervoso central, que podem gerar diversos efeitos colaterais;
- suplementos alimentares que prometem milagres e não funcionam, e até mesmo esteróides anabolizantes androgênicos – mais conhecidos como BOMBA – que também podem ocasionar sérios problemas de saúde com a incorreta administração.

Outros indivíduos treinam seriamente durante o ano inteiro para manter os níveis adequados de gordura corporal e massa muscular, taxas de colesterol HDL, LDL E VLDL nos parâmetros de saúde, normatização ou redução da pressão arterial sistólica, diminuição da dosagem de insulina que o exercício possibilita (portadores de diabetes e etc).

O maior problema é que algumas pessoas simplesmente esquecem do trabalho árduo que tiveram para alcançar seus objetivos e extrapolam na ingestão de alimentos com alto teor calórico e gordura saturada, no consumo de bebidas alcoólicas e no sedentarismo, quando estão de férias. É claro que a rotina muda, mas o exagero se torna um inimigo da sua saúde. A sua taxa metabólica de repouso diminui, aumenta-se a quantidade de gordura corporal e o condicionamento físico geralmente é perdido.

Portanto, é valida a continuidade de uma dieta regrada e a manutenção de exercícios físicos para que as perdas sejam atenuadas.
Tudo pode ser adaptado às condições geográficas de seu destino.
Caminhada e corrida na areia da praia, nadar no mar, rio ou lagoa, aparelhos de musculação e hidroginástica no hotel ou pousada, trilhas ecológicas, aparelhos públicos de ginástica, utilização de escadas e etc.
Se até mesmo um superatleta pode se tornar um sedentário em dois meses e meio sem treinamento, imagine o que acontece quando um malhador esporádico e recreacional permanece sem exercícios físicos durante o período de férias.
Portanto, movimente-se durante suas férias e aproveite tudo de bom que os momentos de lazer podem trazer para seu corpo, mente e espírito.

Fonte: http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/Jornal98/fitness_ferias.aspx

Primeiras dicas do ano para se manter saudável.

- Não saia de casa sem o café da manhã. Após tantas horas de sono, nas quais vários reparos celulares foram feitos seu organismo está precisando de mais vitaminas, minerais e fitoquímicos. Inclua nessa refeição frutas variadas, cereais integrais e uma fonte de cálcio (iogurte, queijo, sucos batidos com vegetais verde escuros).

- Não abuse das gorduras. Frituras, margarinas e óleos devem ser utilizados com moderação. Se a sua família é de 4 pessoas, consuma no máximo 1 lata de óleo ao mês. Além disso, substitua alimentos com gorduras ruins por outros fontes de gorduras monoinsaturadas como azeite de oliva, nozes, castanhas e abacate.

- Não passe muitas horas sem se alimentar. Este péssimo hábito deixa o metabolismo mais lento e aumenta a fome, ou seja, é péssimo para sua boa forma.

- Não coma demais. Sim, você precisa comer mais vezes durante o dia, porém sempre em porções pequenas. O exagero no tamanho do prato prejudica a digestão, compromete a silhueta e aumenta o sono durante o dia, tornando o seu dia menos produtivo.

- Beba água! Manter-se bem hidratado é importantíssimo para o funcionamento de todos os tecidos. Quer ter um cérebro ativo, um intestino saudável e uma pele linda? Não se esqueça desta dica!

- Consuma mais frutas e verduras. A maioria dos órgãos nacionais e internacionais recomendam pelo menos 5 porções ao dia, garantindo quantidades ótimas de fibras, vitaminas, minerais, fitoquímicos com propriedades antioxidantes que protegem contra vários tipos de câncer, doenças cardiovasculares e também contra o envelhecimento precoce.

- Cuidado com as outras bebidas. Manter-se hidratado é fundamental mas cuidado com sucos, bebidas esportivas, álcool, cafezinhos e refrigerantes. Um copo de um suco de caixa ou de refrigerante fornecem cerca de 20 gramas de açúcar, o equivalente a 1 colher de sopa. O excesso de calorias durante o dia, vindas de alimentos ou bebidas favorece o acúmulo de gordura abdominal, a qual compromete tanto a estética quanto a saúde.

- Aprenda a ler o rótulo dos produtos industrializados. Se tiver dúvidas converse com seu nutricionista. Você também pode ler o manual da Anvisa sobre o assunto.

- Substitua os cereais refinados pelos integrais, muito mais saudáveis e nutritivos por conterem fibras e minerais que diminuem o apetite e reduzem o risco de doenças cardiovasculares, derrame, câncer, diverticulite e diabetes.

- Tempere seus alimentos de forma natural. Substitua os temperos industrializados por cebola, alho, manjericão, ricos em diversas substâncias protetoras. Use também temperos mais fortes como curry e pimentas diversas. As mesmas aceleram o metabolismo e aumentam a produção de endorfinas, hormônios ligados ao bem estar geral.

- Em 2012, fuja das dietas malucas. Você já percebeu que as mesmas não funcionam a longo prazo, acabam com a saúde, a beleza dos cabelos e com o bom humor. Invista em alimentos saudáveis e atividade física e emagreça naturalmente.

Fonte: Andréia Torres – Nutricionista (E-mail enviado pelo associado Osmar Volpato)

Mate: O Chá da Hora



A erva nativa do Brasil ganha destaque no meio científico. E não é para menos: ela ajuda a prevenir envelhecimento precoce, diabete, doenças cardiovasculares e tumores.

Seja como tererê, chimarrão, quente ou gelado, a infusão de mate proporciona muitos benefícios, e, graças ao interesse da ciência na planta, a cada dia suas vantagens ficam mais evidentes.

Na Universidade Federal do Rio de Janeiro, um estudo mostra que tomar o chá-mate barra o envelhecimento celular e, assim, prolonga a juventude.

Ainda é cedo para afirmar qual substância específica da erva está por trás dessa ação pró-juventude. Por enquanto, a hipótese é de que o ácido clorogênico é o maior responsável pela façanha. Aqui cabe ressaltar que ser fonte desse e de outros compostos antioxidantes dá à planta mais superpoderes, como a capacidade de proteger contra o surgimento de tumores. Pelo menos foi o que notaram estudantes do curso de nutrição da Universidade do Vale do Itajaí, em Santa Catarina.



Com a orientação da professora Sandra Soares Melo, eles usaram uma droga para induzir a genotoxicidade em 36 cobaias. Isso significa que o DNA delas ficou suscetível a alterações, favorecendo a produção descontrolada de células cancerosas. Enquanto um punhado de ratos foi tratado antes e depois com a infusão da erva, preparada a 80ºC e resfriada em seguida, outros só a receberam após a doença ter sido induzida. O melhor resultado apareceu no grupo que foi tratado previamente e continuou ingerindo a bebida, já que alguns animais nem chegaram a desenvolver o câncer.

É também da Univali outro trabalho que reforça essa recomendação. No caso, os cientistas estimularam os bichos a se empanturrarem de gordura. Mas apenas uma parcela deles ganhou, durante 21 dias, goles da infusão do mate. “O tempo de tratamento foi curto, mas já identificamos uma tendência à perda de peso em relação ao grupo que não tomou mate. A diferença seria bastante significativa se o período de intervenção fosse maior”, reflete Sandra.

Ao que tudo indica, a substância amiga da silhueta é a cafeína, que aparece em níveis consideráveis na planta e possui ação lipolítica. Isto é: dá uma baita força à quebra daquelas gorduras teimosas.

O pessoal do laboratório ainda detectou uma queda nos níveis de glicose circulante na corrente sanguínea dos ratinhos. Também foi comprovado por um time de pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina. Só que, nesse projeto, os voluntários eram seres humanos: 29 considerados pré-diabéticos e os outros 29 portadores de diabete do tipo 2, que usavam remédios para controlar os picos de glicose. Toda essa gente foi separada em três grupos, sendo que o primeiro grupo tomou 330 mililitros de mate, três vezes ao dia. O segundo só contou com a orientação nutricional e o terceiro combinou a ingestão do chá com o acompanhamento especializado.

Nos pacientes diabéticos, houve uma redução de 17% na glicose sanguínea e de 0,65% na hemoglobina glicada após o consumo de chá, sem orientação nutricional (A queda de hemoglobina glicada em 1% está associada a uma diminuição de 14% nas paradas cardíacas e de 37% nas complicações microvasculares).

Nos indivíduos pré-diabéticos, a ingestão da bebida, associada ou não ao acompanhamento por nutricionistas, não derrubou as taxas de glicose. “Isso sugere que, provavelmente, a erva-mate é capaz de reduzir a glicemia somente dos indivíduos que já usam medicação. No entanto, consumir a bebida e seguir uma dieta adequada trouxe outros ganhos para quem não tinha a doença: os níveis de triglicerídeos despencaram 21,5% e os de colesterol LDL, conhecido como maléfico, 7,5%. Por causa dessa propriedade, não é exagero colocar o chá-mate no posto de protetor do coração.

Para não deixar passar nenhum benefício, o ideal é molhar a garganta com 500 mililitros a 1 litro de chá-mate todo santo dia. E, como em geral o indicado é consumi-lo depois do almoço ou do jantar para dar força extra ao intestino, espere pelo menos uns 30 minutos antes de dar uns goles.

Fonte: Saúde é Vital, Editora Abril, Janeiro 2012 (adaptado)

Notícias

ver mais notícias
Outubro Rosa
Outubro Rosa
              "O câncer de mama é uma doença causada pela multipli...
03.10.2017  
leia mais
Homologação Final das inscrições para a escolha do Diretor Institucional da Cidasc
Homologação Final das inscrições para a escolha do Diretor Institucional da Cidasc
Arte/ Ascom Cidasc Nesta sexta-feira, 15, a Comissão Eleitoral, designada pela portaria nº 18317 de 05/06/2017, publicado no DOE...
15.09.2017  
leia mais
                       SETEMBRO AMARELO
SETEMBRO AMARELO
Iniciado no Brasil pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasi...
06.09.2017  
leia mais

Acessos Rápidos

ver todos os acessos
AMC Sociedade de Contadores
CIDASC
Clube Energia
Fernando de Campos Lobo
Prevident
SICOOB
Unimed
Uniodonto